Skip to content

(48) 3211-1914

COMPARTILHA ESSE POST

businessman-leader-in-modern-office-with-businesspeople-working_1139-960

Guia para Corretores iniciantes

29 ago 2018

Escolhida a profissão de Corretor de Imóveis, é hora de pensar como ser um dos grandes nomes do mercado e ter muito êxito na nova carreira. Com as altas somas envolvidas nas vendas de imóveis, muitas pessoas se aventuram na missão de intermediar negócios imobiliários. No entanto, poucas realmente se firmam e chegam a consolidar uma carreira. Isso, claro, pelos mais variados motivos. Entre eles, a falta de preparação e a ausência de clareza sobre o que realmente é a profissão.

Preparamos esse guia, para te ajudar a enxergar os aspectos da vida profissional do Corretor e aprender mais sobre o trabalho que você escolheu, vai fazê-lo melhor preparado para sair a campo e realizar suas conquistas.

 

O que é preciso para começar?

Corretores de Imóveis iniciantes precisam estudar. Isso mesmo, essa é a primeira atitude a tomar para destacar-se em um dos mercados mais competitivos da atualidade, o imobiliário. Conhecimento é autoridade, adquiri-lo fará você seguro e beneficiará suas vendas.

 

Que documentos preciso para ser Corretor de Imóveis?

Obter registro junto ao CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) é prerrogativa para ser, realmente, um Corretor de Imóveis. Há duas maneiras do profissional do Mercado Imobiliário conseguir essa certificação:

Com uma dessas certificações, o próximo passo é solicitar o registro junto ao Conselho.

Após estar devidamente registrado e de posse do universo de conhecimentos aprendidos no curso que te habilitou a conseguir o CRECI, você já será um verdadeiro corretor de imóveis e poderá iniciar seus negócios.

Mas, não pense que os estudos param aí. Todo profissional precisa se manter atualizado. Por isso, vá além: esteja sempre um passo a frente da concorrência, investindo constantemente em novos cursos como de Avaliação de Imóveis, Captação de Vendas de Imóveis, Contratos e Direito Imobiliários, Incorporação Imobiliária, workshops, enfim, tudo que for capaz de lhe agregar conhecimentos na sua área.

 

Quais conhecimentos são necessários para ser Corretor?

– Apresentação Pessoal
Faça uma boa gestão do seu visual, afinal, ele deve passar uma excelente impressão ao cliente. Sobriedade e bom gosto ao vestir-se se traduzirão em confiabilidade. Jamais atenda alguém com aparência desleixada.

– Tecnologias e suas utilidades
Crie canais de comunicação on-line. Primeiro, seu e-mail, lembrando que ele deve passar a impressão de seriedade. Depois, dê uma olhada nas redes sociais e veja como usá-las para ganhar visibilidade no mercado.

– Ética e profissionalismo
Você deve pautar sua carreira nesses dois valores. Ao intermediar transações, estará envolvido com pessoas, suas expectativas e anseios. Focar em resultados é necessário, afinal, muita coisa depende dos seus ganhos. Porém, ter sempre em mente que somente são válidos os resultados alcançados com ética e profissionalismo é fundamental para o Corretor de Imóveis consolidar-se com boa reputação no mercado.

 

Tenha boas práticas de atendimento ao cliente

Cordialidade e boa vontade, aliadas aos seus conhecimentos sobre o Mercado Imobiliário e acerca dos produtos com os quais trabalhará, servirão como bases para que seus clientes sintam-se muito bem atendidos. Para ir mais longe e ser lembrado como um profissional acima da média, adotar algumas condutas pode fazer toda diferença:

  • Ouça seu cliente, identifique suas necessidades de compra, perceba seu perfil;
  • Preste todas as informações solicitas, sempre de maneira cortês e educada;
  • Perceba — e respeite — cada etapa do atendimento.

Cada item da lista acima merece toda a sua atenção. Atingir excelência no atendimento ao cliente requer paciência e, creia, um bocado de técnica.

 

O momento-chave para fidelizar seu cliente é o Pós-venda

Após fazer a venda, seu cliente pode ter dúvidas quanto à documentação do imóvel, relacionadas ao financiamento, e muitas outras. A esse momento tão delicado, no qual você precisará apoiar a decisão de seu cliente e transmitir-lhe segurança, é dado o nome de pós-venda.

Caso seja necessário checar algum detalhe do imóvel pessoalmente, ajudar seu cliente a entender uma cláusula do contrato, ou até mesmo passar um tempo com ele ao telefone ouvindo sobre a experiência em moradia que ele está vivenciando, faça-o.

Essa aproximação é o fruto do seu trabalho, e a prova incontestável de que ele foi bem realizado. Valorize-a, assim como você deve valorizar seu cliente. Além do caráter humano desse momento do atendimento — sim, o atendimento continua mesmo após a venda, e por longos períodos —, considere o aspecto prático: ter uma carteira de clientes satisfeitos é investir em ganhos futuros, novas vendas, indicações de seus serviços a amigos e parentes.

 

Preparado para gerir sua carreira de maneira a ser até mesmo uma referência no seu novo ramo? Venha para o Instituto do Corretor e seja Corretor de Imóveis!

 

VEJA TAMBÉM: